Month: dezembro 2015 (page 1 of 2)

Revisitando o Édipo

Revisitando o Édipo 

Papo Lendário #133 - Revisitando Édipo  Na gravação deste episódio sobre Édipo para o Mitografias, a psicanalista Priscila Frehse, em diálogo com o psicólogo junguiano Pablo de Assis, discute as releituras do Édipo para os pós-freudianos. A dimensão constitutiva do Complexo de Édipo e seus impasses na constituição na subjetividade são abordadas, em linguagem acessível para o público leigo.  Ouça o podcast aqui.

Suportar o ódio, suportar o próprio ódio

Casos clínicos de Ferenczi e os limites na clínica psicanalítica

Na última edição da Cadernos de Psicanálise, Priscila Frehse e Daniel Kupermann discutem os limites da clínica de Ferenczi, a partir do estudo de dois casos clínicos recentemente publicados, atualizando a discussão sobre identificação ao agressor e trauma na clínica psicanalítica. Leia o texto completo aqui.

Cartografias da clínica psicanalítica

Da transferência negativa à destrutividade: cartografias da clínica psicanalítica

Capa do livro: Revista da Associação Psicanalítica de Curitiba - Vol. 31 - Formas, Impasses e Passagens, Responsável por esta edição: Camila Zoschke Freire - Colaboradora: Rosane Weber Licht Na edição n. 31 da Revista da Associação Psicanalítica de Curitiba, Priscila Frehse apresenta a construção metodológica da sua tese de doutorado. A apresentação do percurso de construção da pesquisa pretende demonstrar como a metáfora cartográfica – de inspiração deleuziana – se tornou profícua para a interlocução entre Freud, Ferenczi e Winnicott, autores que, de diferentes modos, fazem falar a clínica psicanalítica e permitem a articulação dos diferentes sentidos e enquadres da transferência negativa e da destrutividade em análise.

Para ter acesso à revista, clique aqui.

Older posts